*SORTEIO*

16 de setembro de 2009





Photobucket

Olá. Quer ganhar um livro?
Participe do Sorteio e concorra ao livro: Paixao - Como manter viva a chama do Amor (H. Norman Wright)

Basta responder a Pegunta: "Como posso manter viva a chama do amor?", com seu nome e email corretos.

Mas Atenção ! Só participará do Sorteio quem responder a pergunta neste post.

Não será válido respostas por email, caixa de mensagens ou em outro post.

*O sorteio será realizado no dia 16/10/2009*

Entrarei em contato com a pessoa sorteada para tratados sobre o envio do livro, por isso
é importantíssimo que você coloque seu nome e emails corretamente.

Não perca tempo, participe já !

Sobre o livro:

"O casamento é um dos maiores presentes que Deus concedeu a seus filhos. Porém, com o passar dos anos, muitas vezes o que deveria ser algo especial e repleto de amor torna-se um verdadeiro tormento. Paixão, Como Manter viva a Chama do Amor foi feito justamente para evitar que o casamento vire uma obrigação burocrática e sem prazer algum. Contendo idéias muito práticas e criativas, Paixão... vai ajudá-lo (a) a restaurar em seu casamento aquela chama que existia nos tempos de namoro."





Reação:

21 comentários :

  1. CREIO QUE PROCURANDO CADA UM, RESPEITAR A UNIÃO, NUTRIR EM SEU CORAÇÃO AMOR PELO PARCEIRO,RENOVANDO A VIDA A DOIS, NA CONVIVÊNCIA, SAINDO OS DOIS PARA CURTIR A UNIÃO, FALANDO SEMPRE PALAVRAS DE CARINHO, ELOGIANDO O PARCEIRO, FAZENDO ALGUNS AGRADOS. E NA VIDA SEXUAL, OUSANDO NAS POSIÇÕES NA RELAÇÃO, USANDO PEÇAS QUE SEJAM ATRATIVAS PARA O PARCEIRO

    ResponderExcluir
  2. Se preocupando a cada dia em fazer o outro feliz,se todos os dias eu acordar e viver meu dia pra fazer meu love feliz ,teremos sempre acesa a chama.

    ResponderExcluir
  3. Quando o verdadeiro amor resplandece da alma, tratando o nosso amor como gostaríamos de sermos tratados. A chama se torna e se mantém viva quando se tem respeito,compreensão, amizade, sentimento, romantismo, companheirismo! E as vezes, essa chama se torna TOCHA, mais quente, mais ardente com pitadas fogosas da paixão, do amor, do sexo!

    ResponderExcluir
  4. Para manter a chama acesa não existe passe de magica e em cada situação é de uma forma.
    O que deve em primeiro lugar é agir como o parceiro da mesma forma que vc gostaria que ele agisse com voce.

    email: angel_silbr@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  5. O casamento é feito de amor, respeito, carinho, paciencia, tolerancia, companheirismo, cumplicidade e sexo.
    O equlibrio destes sentimentos mantem a chama acessa, que deve sempre ser alimentada e cuidada, para não apagar.

    ResponderExcluir
  6. Ser transparente e verdadeiro.

    ResponderExcluir
  7. São coisinhas muito simples, que se levarmos em consideração todo dia, a vida fica muito mais alegre e o relacionamento com muito mais amor! Essas coisinhas são: companheirismo, lealdade, respeito, amizade, fidelidade, muito amor, carinho, paciência... Basta agirmos corretamente e de acordo com os nossos princípios!

    =D

    Vivian Sbrussi
    vivian.sbrussi@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Ser sempre honesto um com o outro... ser criativo, porque todo relacionamento entra em crise, então temos que sair da rotina e nunca, jamais esquecer do amor romântico (com expressões de amor e os presentinhos que são sempre bem vindos - coisinhas simples como um jantar, um chocolate, uma flor, um bilete escondido na roupa etc) ...e como tudo o que fizermos: faça com mto amor e com um T bem grandão tambem... kkkkk
    By Lili

    ResponderExcluir
  9. Renunciando ao meu eu, as minhas limitações, amando ao meu conjuge incondicionalmente, amando-o com todo o amor e paixão como do inicio do namoro e acima de tudo, servindo a Deus fielmente, como verdadeiros seguidores de Cristo.
    Jesus tem que ser o centro de um casamento.

    ResponderExcluir
  10. Manter a chama acesa é sempre viver um dia de cada vez, sendo sempre eternos namorados, lembrando-se sempre que você está com a outra pessoa para faze-la FELIZ. E se ela não fizer isso por vc, será ela quem terá que prestar contas. Faça sempre a sua parte.

    ResponderExcluir
  11. Como posso manter viva a chama do amor? Confiando incondicionalmente na Lei da Semeadura.

    Para se manter uma chama depende-se: de algo queimável, algo que gere calor e oxigênio.

    O problema da chama, na maioria das vezes, não está na falta de algo queimável, algo que gere calor ou oxigênio. O problema da chama geralmente está em que alimentamos a chama apenas baseados em nossa vista.

    Quando a chama parecer grande, devemos alimentar com fé, quando a chama parecer pequena, devemos alimentar com fé e, ainda quando parecer que a chama acabou de apagar, devemos ainda assim alimentá-la com fé. Dia-a-dia, independente do que virmos.

    Posso manter viva a chama do amor, se eu confiar incondicionalmente na Lei da Semeadura.

    wilbrasil12@gmail.com

    ResponderExcluir
  12. Deus, na Sua Palavra, não mandou o homem jejuar por sua mulher, nem orar por sua mulher, nem outra coisa senão AMAR A SUA ESPOSA!
    E à mulher, senão AJUDAR AO SEU ESPOSO.
    Ora a mulher, servindo, o homem amando, quanto mais serve, mais é amada, como se apagará a chama?
    E tendo o Espírito santo como óleo da unção no relacionamento! o cordão de tres dobras é mais difícil de romper. Graça e Paz! omaresandra@blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Ser sincera, perdoar,olhar o outro como um ser humano falho, que erra, que acerta, que pode ser transformado, pequeno gestos, sorrir, dizer que ama, que e importante, desde a hora que acorda,
    claudia
    cembgouvea@gmail.com

    ResponderExcluir
  14. Bom dia. Para Manter viva a chama do amor o legal é um triângulo amoroso: você, seu love e, lá em cima da pirâmide, Jesus. Num tem erro. Vai ser amor pro resto da vida, nem mesmo a morte pode separar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Para manter a chama do amor é renovar a cada dia o relacionamento para não entrar n rotina.
    Meu e-mail é : verajordao@coc.ufrj.br

    Deus a abençoe!
    Vera Regina

    ResponderExcluir
  16. Respondendendo a pergunta: Buscando a Deus todos os dias,pois Ele renova o amor a cada manhã e nos sentimos como eternos namorados,sempre em novidade de vida.Com Cristo,a chama do amor nunca se apaga ainda que os anos passem!

    ResponderExcluir
  17. Como esqueci e mandar meu e-mail,tive que postar novamente:
    miranice_branca1@hotmail.com

    ResponderExcluir
  18. Irmã Andressa e Júnior,

    Responderei em duas partes, pois o formulário não comportou. Você me convidou e deu nisso. Então vamos lá:

    Mais de 32 anos de namoro, quase 30 de casados - completaremos dia 10/11/09 - muitas batalhas travadas, algumas vencidas, outras perdidas; desgaste emocional e psicológico em alguns momentos oriundos destas lutas, seriam motivos para alguns desistirem ou se desestimularem do casamento. Mas não tem sido assim conosco.
    Não há receita de bolo, mas há algumas coisas que são comuns a todos os casais, de sorte que aprendemos com outros casais, ao longo destes anos, a manter acesa a chama do nosso amor um pelo outro. Aprendi com meus sogros, ainda vivos, ele, 80, ela 76.

    Amizade - quando há amizade no casamento, a chama arde como a que ardeu na sarça no deserto perante Moisés. A sarça não se consumiu, assim como o casamento não se consome. Se estou vivo hoje glorifico a Deus pelo seu poder e pela amiga que me Deus, a minha mulher. A amizade dela por mim foi o melhor e mais potente remédio para me tirar do hospital. A amizade é mais que um combustível, é alimento. A amizade é como a lenha de um bosque inteiro: você põe lenha no fogo e tem mais lenha para não deixar o fogo apagar.

    Companheirismo - não sou frequentador de estádio de futebol, do mesmo modo que minha mulher não é assídua a shopping. Se eu convidá-la para ir ver um jogo comigo ela irá. Do mesmo modo como vou com ela ao shopping e tenho paciência de entrar e sair das lojas sem reclamar, mesmo que não compre nada. Fazemos muitas coisas juntos pelo simples prazer da companhia do outro.

    Solidariedade - minha mulher é professora. Sempre a ajudei na correção de provas, elaboração de planos de aula; nas tarefas domésticas e no cuidado com as filhas. Do mesmo modo minha mulher sempre me ajuda na elaboração dos sermões e palestras, opinando, sugerindo. Por causa dos remédios tenho tido muitos lapsos de memória. Domingo estava pregando, depois de errar citação do texto, trocar o dia (citei 25/09, quando era 27). Minha mulher saiu do banco, foi até o púlpito e me falou ao ouvido: "complete dizendo porque você pensou assim naquele momento". Para mim foi mais que um cuidado, foi como um afago, um carinho a mais.

    Respeitar o espaço e a privacidade do outro.

    Sensibilidade - Não tenho TPM, mas fico naqueles dias como se tivesse. Sonia tem os dias dela. Geralmente damos um toque. Não é preciso dizer mais nada. Se não podemos melhorar, piorar não pioramos.

    Perceber o outro - Sonia é muito brincalhona e cômica. Ela me chama de "meu velho", mas eu não posso chamá-la de minha velha, pois não gosta; Sonia me "encarna", "zoa", "põe pilha", "limpa a cara" - não sei como vocês dizem na terra de vocês quando alguém íntimo zomba sem desrespeitar - levamos a maior parte do tempo assim. Bom humor, brincando; estamos sempre nos engasgando fazendo o outro rir. Quando pego no pé dela, Sonia me pergunta se a minha mãe vai bem. Eu digo que muito bem, no céu, de braços abertos esperando a mãe dela. E rimos muito. Mas tem hora que percebemos que é melhor fazer igual cachorro com medo: sair de fininho.

    ResponderExcluir
  19. A outra coisa é prestar atenção mesmo no outro: para ver se está bem física, emocional e psicologicamente. Foi eu que descobri que Sonia tinha apnéia e até já fez a cirurgia. Minha mulher teve 37 paradas respiratórias no sono que dormiu no laboratório. Imagine quantas não teve dormindo em casa? O médico disse a ela que a minha percepção salvou-lhe a vida.

    Lembrar do outro. Se saimos sozinhos e vamos a algum lugar que tem algo gostoso, ou um souvenir, uma lembrancinha, lembramos de trazer para o outro. Se almoço no galeto - onde sempre almoçamos juntos - levo um galetinho para ela. Ou então levo esfiha, empada, bombom. Quando estou duro, não levo, mas também não como fora.

    O cônjuge precisa priorizar o outro. Depois de Deus, minha mulher vem em primeiro lugar e vice-versa. Filhos no seu lugar, netos a mesma coisa; amigos, parentes, estranhos cada um no seu lugar, sem pestanejar. Ninguém me rouba isso.

    Vocês podem perguntar: pastor, não rola um sexo de vez em quando? Claro que rola, e com todos os parafusos que tenho na coluna. Começa com um elogio de manhã, um beijo do tipo "hoje tem" ou "é logo mais"; uns olhares positivos (olhando e balançando a cabeça que sim, sim, sim...) colaborando em tudo para fazer acontecer. Colaborar é prestar a atenção nas artimanhas de Satanás para impedir que aconteça. Esta última foi para descontrair, mas tem sexo sim viu gente?

    Poderia listar outras coisas que nos são comuns - a nós, eu e Sonia, quanto a vocês, casais do Casamento em Obras e participantes do blog - mas creio que já escrevi muito. Nem vou citar que os princípios básicos do amor e casamento, escritos por Paulo, são combustíveis para manter acesa a chama. Penso que um princípio ético, citado por Jesus, é combustível para que a vida seja boa e bem sucedida em tudo: aquilo que quereis que os homens vos façam, fazei-o vós também a eles". 100% aplicável ao casamento e à vida a dois.

    Email: antonio.regly@gmail.com

    Deus os abençoe.

    Pr. Regly

    ResponderExcluir
  20. Primeiramente condivando Jesus a fazer parte do seu casamento, e depois se preocupando em fazer seu conjugue feliz, pois qd fazemos quem nós amamos felizes, automaticamento estaremos sendo felizes!!

    e-mail: leninhamartinsamp@hotmail.com

    ResponderExcluir
  21. Como posso manter viva a chama do amor? - Acredito que seguindo os princípios de Deus... alimentando a cada dia o amor e principalmente exercitando o verdadeiro significado do amor.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo Comentário. Responderei assim que possível.
Andressa Bragança

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...