{Melhore sua Respiração}

14 de outubro de 2010





Imagem: Gettyimages


RESPIRAÇÃO CONSCIENTE

Embora a respiração seja um ato involuntário, é possível aprimorá-la, adquirindo melhor qualidade de vida, afirma a terapeuta holística Sílvia Fávero. Ela ressalta que poucas pessoas na sociedade industrializada ocidental sabem respirar de forma correta. "A maioria respira de maneira errada e superficial. Ao inspirar, quase todos expandem o tórax. Esse procedimento faz com que o ar entre somente até uma parte do pulmão, e este acaba não sendo usado na sua potência completa. Ao expirar e contrair o peito, expele-se somente uma parte do gás carbônico que foi transformado no organismo, causando uma pequena intoxicação."

Sílvia enfatiza que esse tipo de respiração força os pulmões, que precisam se movimentar mais depressa para garantir um fluxo de oxigênio adequado. Assim, o coração é forçado a acelerar o seu ritmo, de forma que consiga fornecer sangue suficiente para transportar o oxigênio. Com o tempo, esse modo errado de respirar vai se fazendo sentir tanto no campo físico como no emocional.

A terapeuta salienta que a respiração correta é a dos bebês, que inspiram e expiram profunda e lentamente. E sugere: "observe como seu abdome sobe e desce de maneira cadenciada." Segundo ela, essa é a melhor medicação antiestresse da qual as pessoas dispõem. "

O ritmo respiratório médio é de 15 a 16 ciclos por minuto. A respiração diafragmática e abdominal pode reduzir esse ritmo para 7 a 8 ciclos por minuto. Quando a pessoa leva o ar para a parte inferior dos pulmões, onde as trocas de oxigênio são mais eficazes, tudo se modifica. O ritmo cardíaco diminui, a pressão arterial baixa, os músculos relaxam, a ansiedade cessa e a mente se acalma. É possível melhorar a má digestão, aliviar a ansiedade, melhorar a qualidade do sono, entre outros benefícios", destaca.

De acordo com o psiquiatra José Ângelo Gaiarsa, autor de 30 livros - entre eles, Respiração, Angústia e Renascimento e, o mais recente, Meio Século de Psicoterapia Verbal e Corporal -, por ser automática, a respiração não recebe a devida atenção por parte das pessoas. "Raramente pensamos em respirar ?de propósito? e, para muitos, aprender isso parece uma tolice. Mas é muito conveniente aprender a perceber a respiração sempre que ela está prejudicada."

Segundo o psiquiatra, o cérebro é o órgão mais sensível à falta de oxigênio. Pesando aproximadamente 2% do peso do corpo, consome 20% do oxigênio inalado dia e noite. Quando a respiração fica tolhida, o cérebro começa a se desorganizar, gerando ansiedade, estresse, etc. Ele lembra o conselho de Buda: "se você quer alcançar a iluminação, mantenha-se sempre consciente de sua respiração." Para tanto, recomenda exercícios constantes, como os ensinados na ioga e em outras terapias.

A pneumologista Ana Luisa Godoy Fernandes concorda. Ela explica que a respiração é um ato fisiológico muito especial, tem uma regulação automática e controle voluntário, sendo, portanto, diferente do coração, que não pode ser acelerado nem freado por vontade da pessoa. Diz que atividades nas quais a respiração desempenha importante papel harmonizador são reconhecidas como de grande valor para a saúde física e mental.

Exercícios de relaxamento como ioga, meditação, ou mais vigorosos como ginástica aeróbica, esteira e bicicleta, têm intensa relação com o equilíbrio metabólico. Portanto, enfatiza, a respiração é fisiologicamente um mecanismo harmonizador do metabolismo, ajudando na manutenção do equilíbrio e trazendo o perfeito funcionamento orgânico.

TERAPIAS ESPECIAIS

"A respiração é a função mais vital do ser humano e, por meio das técnicas certas, podemos eliminar até 85% das toxinas físicas e emocionais quando expiramos", afirma Sidney Zaganin Latorre, diretor da ONG Arte de Viver. Os cursos promovidos pela entidade, que está presente em mais de 150 países, são ministrados em seis sessões consecutivas de três horas cada.

De acordo com a psicóloga Cristina Armelin, de 48 anos, voluntária da ONG, eles combinam poderosas e efetivas técnicas de respiração, meditação, relaxamento e conhecimentos práticos de como lidar com a mente e com as emoções negativas, proporcionando ao indivíduo ferramentas concretas para uma vida com mais qualidade, tranqüilidade e alegria."

O ponto alto é a revolucionária técnica de respiração indiana Sudarshan Kriya. Ao final, os participantes aprendem um programa consistente, que pode ser praticado em casa (15 a 20 minutos por dia)", diz. Os principais benefícios, segundo ela, são: redução da ansiedade e do nível de estresse; mais calma e tranqüilidade; maior eficiência, criatividade, clareza mental e entusiasmo; elevação do estado de consciência; diminuição da pressão alta; controle da depressão; aumento da auto-estima; melhora do bem-estar físico e mental e, por conseqüência, mais harmonia nos relacionamentos pessoais.

O Espaço Integração, comandado pelo terapeuta Maurício Bastos, também disponibiliza cursos e terapias baseados na reeducação respiratória. Na Terapia do Ser, por exemplo, ministrada em 10 sessões de uma hora por semana, são usadas práticas relaxantes; massagens; consciência corporal e postural; meditação; respiração consciente; bioenergia e libertação de crenças limitantes.

O terapeuta diz que, antes de qualquer coisa, é preciso tornar a pessoa consciente de sua respiração errada. Ao longo das sessões, são ensinadas técnicas mais cadenciadas e profundas. "Esta consciência começa a aliviar a mente das frustrações do passado e da ansiedade do futuro. A respiração traz o indivíduo para o presente, para o aqui e agora. Desta forma, é despertado o curador interno de cada um." Bastos acrescenta que este autoconhecimento profundo equilibra a freqüência cerebral e os batimentos cardíacos, proporcionando muitos outros benefícios, como a diminuição do mau colesterol, intensa paz interior e, conseqüentemente, prazer de viver.

EXPERIÊNCIA RENOVADORA

Para a paisagista Anna Luiza Moraes, de 59 anos, o curso feito na ONG Arte de Viver foi altamente reparador. Ela conta que, apesar de ser praticante de ioga e musculação, ao final de cada dia, sentia-se exausta e com dificuldades para dormir. Depois do curso, tornou-se mais tranqüila, revigorada e hoje dorme como um bebê. "Não passo um dia sem praticar os exercícios respiratórios que aprendi. Sinto-me mais centrada, meu pique aumentou e até minha renite crônica apresentou melhora considerável." Ficou tão entusiasmada que levou uma amiga que sofre do Mal de Parkinson para aprender as técnicas. "A intensidade de seus tremores diminuiu significativamente", assegura.

Já Adriana Ambrosio, de 39 anos, encontrou no curso da ONG a cura para a sua dor crônica nas costas. "Descobri que tinha fundo emocional. Era pura tensão." Adriana destaca que, por meio da respiração renovadora, passou a sentir-se mais feliz, mais tranqüila para tomar decisões e lidar com os problemas do dia-a-dia. A chef de cozinha Paula Soares, de 25 anos, concorda. Diz que o curso da Arte de Viver a ajudou a ser menos ansiosa e a não ficar tão alterada diante das adversidades normais da vida.

Os freqüentadores do Espaço Integração, do terapeuta Maurício Bastos, também comemoram os benefícios obtidos com a reeducação respiratória. O engenheiro eletrônico Mário Montenegro, de 45 anos, conta que a terapia o ajudou a enfrentar o término de seu casamento e um momento de indecisão profissional. "Durante cerca de seis meses, aprendi a entrar num profundo estado de relaxamento, pela respiração. Com essa tranqüilidade, fui encontrando, pouco a pouco, as soluções para os meus problemas."

Para Alexandra Alonso, de 33 anos, a experiência da Terapia do Ser trouxe maior autoconfiança, melhor disposição e uma profunda sensação de bem-estar. "Costumamos dizer que fatores externos nos fazem felizes ou infelizes. O relaxamento e a meditação me ensinaram que felicidade é estar bem consigo mesmo."

Texto de Denise Berto - O Estado de São Paulo (03/02/2008) - Suplemento Feminino




Reação:
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada pelo Comentário. Responderei assim que possível.
Andressa Bragança

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...