Navegando por ai ...

13 de março de 2012





Foto de: Wally Eberhart
... encontrei muitos textos que falem do se acostumar com o rotineiro, de estagnar diante da dificuldade, de ter forças para encarar a vida e etc... 

O mais engraçado é que me sinto justamente assim no dia de hoje. Quanto mais eu me encontro, mais eu me perco. Não consigo ver onde a vida quer me levar, mas sinto que estou numa gangorra de emoções, de descobertas e perdas. 

Quando enfim descubro quem eu sou, eu me escondo nas minhas fraquezas. Sou quem não queria ser. Não é fácil. Eu choro, eu me alegro, me entristeço, tenho raiva, tenho ódio, sinto ciúme, perco a razão. Amo, me entrego, me escondo. 

O ser humano é tão complexo. Nossa mente é imensuravelmente neurótica, e eu não imaginava o quanto!

Não há lugar nesse mundo onde posso me esconder. Não há ninguém nesse mundo capaz de me preencher.  Busco, logo encontro. Tenho medo, logo perco. Só sei que o único lugar onde posso me sentir preenchida, é no colo do meu Pai Celestial. Lá, eu me refugio. Lá, eu me derramo, sou verdadeiramente eu, sou moldada, refeita. Busco meu tesouro, meu consolo, perdão. E por isso decido dar o meu melhor, ainda que no pouco.








Reação:

Um comentário :

  1. Seu blog está tão lindo, parabéns, amei as cores, a forma dele, vc caprichou demais!!!

    Um gde beijo!!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo Comentário. Responderei assim que possível.
Andressa Bragança

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...